Força Sindical 26-07-2017

Centrais exigem redução dos juros

Centrais na Avenida Paulista pela redução dos juros

 

As centrais sindicais realizaram na terça-feira (25/07), em São Paulo, manifestação contra os juros altos em frente ao Banco Central. “O governo Temer/Meirelles mantém o Brasil com o maior juro real do mundo. Com isso, deixa o Brasil paralisado, afundado na recessão e com 24 milhões de empregados e subempregados. Enquanto isso, os bancos ganham rios de dinheiro, mamando em dinheiro do setor público. Só de janeiro a maio foram transferidos para os bancos R$ 175,073 bilhões, depois de serem torrados R$ 407,024 bilhões no ano passado”, afirmou o presidente da CGTB, Ubiraci Dantas de Oliveira (Bira).

“Neste momento difícil estamos reivindicando emprego para 14 milhões de desempregados. Mas o País só vai gerar emprego se baixar os juros. Enquanto isso não acontece vemos desrespeito à qualidade de vida das crianças, idosos e jovens, entre outros”, destacou o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos e Região, José Pereira dos Santos.

Para o diretor do Sindicato dos Comerciários de São Paulo Josimar Andrade, "no Brasil, os juros praticados já são os maiores do mundo, assim como é altíssima a carga tributária”.

 

Notícias Relacionadas